i will be fine #3

Acho que já passou tempo suficiente para te encarar com um grande sorriso na cara, mas não sou capaz. Ontem não suportei o facto de perceber que já nem o meu número tens, faz-me alguma confusão, porque aos anos que te conheço, anos em que não trocámos uma única mensagem e agora porque tens namorada e nos comemos antes apagas o meu número... Foi uma prova do teu amor por ela? Não tem que ser. Não é por deixares de trocar mensagens comigo que te deixas de cruzar comigo, porque se eu tenho alguma certeza que é por causa disso, eu vou voltar a ir ao teu encontro, eu vou voltar a ir ao bar para te ouvir cantar a música que era só nossa, só para que ela assista à reacção que ambos vamos ter ao nos vermos. Quando me ligaste, bloqueei. Senti algo que nunca antes tinha sentido. Eu simplesmente parei. O meu cérebro parou, as mãos pararam, o corpo parou, eu não reagi, a respiração aumentou descontroladamente e nada do que eu queria fazer o meu cérebro concretizou. A chamada desligou-se e se calhar foi melhor assim. O meu coração parecia saltar-me pela boca. Não ouvi a voz dele, mas tenho saudades. Quando é que isto passa?

1 comentário:

Raquel disse...

tudo passa, vais ver princesa :)