.



estava uma noite fria e um grande grupo de amigos. bebidas de um lado, conversa pegada noutro, e uma rapariga de braços cruzados com um pouco de frio. aproxima-se um rapaz perto dela, olha-a nos olhos, agarra-a de forma a que ela se sinta segura e diz-lhe 'dá-me um abraço', a rapariga olha-o nos olhos, fecha-os de seguida, desdobra os braços e agarra o rapaz de forma a tocar de volta na sua mão nas costas do rapaz. o rapaz levanta a sua mão e passa pela cabeça da rapariga. ficaram ali uns minutos. após isso, a rapariga olha para o rapaz e solta um sorriso que de seguida o rapaz também solta. começam a caminhar para se afastarem da confusão, e de repente, a rapariga diz-lhe:
- obrigada.
- obrigada eu, por estares comigo.
- não estou mais vezes porque não queres.
- conta-me o que se passa contigo, o que tens? tu não estás bem, não me mintas.
- não tenho nada, é isso. preciso de ti.
o silêncio alastrou-se. o rapaz parou de andar, agarrou-a pela mão e abraçou-a.

(MEIO-INVENTADO!)

6 comentários:

anne disse...

Obrigada minha linda :)

Sara Filipa disse...

Lindooo :'3

Rita disse...

está mesmo giro *.*

L' disse...

entendo querida, tens de ponderar se vale mesmo a pena voltares a sofrer por essa pessoa :s Sei que é difícil mas também acredito que conseguirás superar isso :)

adorei o post :o

Catarina disse...

adorei, sigo :*

Catarina disse...

obrigada :)